segunda-feira, 30 de maio de 2016

EDUCAÇÃO: DME Distribuição e Superintendência de Ensino realizam primeira etapa de projeto educacional em Poços de Caldas

DME Distribuição e Superintendência de Ensino realizam primeira etapa de projeto educacional em Poços de Caldas


A DME Distribuição firmou convênio com a Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais para darem início ao projeto educacional “Escolas e Cidadãos Ecoeficientes”. O projeto faz parte do Programa de Eficiência Energética (PEE) da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) e será realizado em oito escolas da rede estadual de ensino de Poços de Caldas, durante o ano de 2016 e início de 2017, abrangendo cerca de três mil alunos do ensino fundamental e 21 educadores.

Durante a semana de 25 a 29 de abril, os professores indicados por suas escolas participaram de um curso de capacitação realizado na sede da DME Poços de Caldas Participações S.A, onde foram ministradas palestras sobre geração, transmissão e distribuição de energia elétrica, consumo consciente, sustentabilidade, segurança e também debateram sobre a importância da coleta seletiva e reciclagem do lixo. Os professores também receberam material específico que utiliza a metodologia PROCEL Educação: “A Natureza da Paisagem – Energia Recurso da Vida” e foram orientados para o desenvolvimento das atividades com os alunos e aplicação do método.

Além de promover a criação de hábitos que combatam o desperdício de energia entre os alunos, o projeto visa trabalhar também com as famílias e com a comunidade em geral e assim contribuir com a formação de cidadãos responsáveis.

“O objetivo principal do projeto é que através da capacitação dos professores o conhecimento seja repassado aos alunos e que estes transmitam o aprendizado às famílias e à comunidade. Assim, criamos uma reação em cadeia que contribui com ações ecoeficientes, e isso não só na questão de energia, mas também na reciclagem do lixo. O projeto é bem arrojado nesse sentido e oferece estrutura e condições para formar multiplicadores nas escolas, nas residências e na sociedade como um todo,” explica Paulo Fernando Carvalho Junqueira, ecólogo e consultor ambiental da Enutrium – Soluções Ambientais, empresa contratada para coordenar o projeto.

Agora esses professores que foram capacitados irão repassar o conteúdo e objetivos do projeto aos demais professores das escolas. Todos os temas debatidos durante o curso serão trabalhados dentro e fora da sala de aula, durante todo ano de 2016 e início de 2017, através de feiras pedagógicas, gincanas, concursos e diversas outras atividades.

As próximas etapas do projeto serão a definição de grupos de alunos que participarão de um processo de avaliação, controle e acompanhamento do consumo de energia nas suas residências e o início da coleta seletiva nas escolas.

Fonte: PMPC
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...