quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

ENERGIA: Chuvas fortes e aumento da descarga atmosférica podem aumentar riscos no fornecimento de energia em Poços dre Caldas

Chuvas fortes e aumento da descarga atmosférica podem aumentar riscos no fornecimento de energia em Poços de Caldas

A chuva tem sido constante em Poços de Caldas, período requer cuidados

O início do ano e também do verão geralmente é uma época conhecida por chuvas fortes e como esperado, em 2016 não está sendo diferente.

Segundo o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), a previsão de volume de chuvas no subsistema Sudeste/Centro-Oeste, passou de 96% da média histórica para janeiro para 4% acima da média para o mês. Para este ano, há ainda a interferência do fenômeno El Niño, especialmente no clima da região Sudeste, responsável por elevar as temperaturas, provocando mais chuvas.

Em decorrência do período chuvoso intenso, ocorre também aumento na incidência de descargas atmosféricas e ventanias, e esses fenômenos podem colocar em risco o fornecimento de energia para os consumidores, além de trazer prejuízos com a queima de aparelhos eletroeletrônicos.

RAIOS
A posição geográfica do país favorece as condições climáticas, que acabam influenciando a formação de tempestades com direito a muitos relâmpagos. Nesse quesito, o Brasil ocupa posição de destaque, tendo um dos maiores registros. “Diante da importância de acompanhar mais atentamente esse período, estamos em fase de contratação de uma consultoria de meteorologia. Passaremos a ter dados sobre a incidência de raios em Poços de Caldas, para acompanhamento histórico e em tempo real”, destaca Richard Bueno, Gerente de Distribuição da DMED.

CUIDADOS
Durante o período de seca, que antecedeu o período chuvoso, a distribuidora intensificou a melhoria da rede de distribuição de energia através de projetos de reforma, inspeções e manutenções preventivas e a realização de podas de árvores que podem estar em conflito com as redes elétricas, a fim de diminuir incidentes.

A DME Distribuição conta ainda com o Sistema Automático de Recomposição de Cargas já em funcionamento, que diminui o tempo e o número de consumidores afetados durante possíveis interrupções de energia causados por falhas na rede, prestando ao consumidor um serviço de qualidade.

Para o Diretor Técnico da DMED, Marco César, a população pode colaborar e se prevenir. “Instalar equipamentos como para-raios de baixa tensão é uma ótima opção. Mas, existe uma medida simples, eficiente e econômica: desligar da tomada os equipamentos mais sensíveis, como televisores, aparelhos de DVD e computadores durante as tempestades, evita maiores riscos de perdas e prejuízos”, orienta.

Em casos de falta de energia ou emergências, o consumidor pode entrar em contato com a DME Distribuição pelo atendimento 24 horas: 0800 035 0196 FREE. 

Fonte: PMPC
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...