quarta-feira, 4 de novembro de 2015

CULTURA: Movimentos culturais de Poços podem se cadastrar como Pontos de Cultura

Movimentos culturais de Poços podem se cadastrar como Pontos de Cultura

Em Poços, a SMC prevê o cadastramento de 30 pontos de cultura como grupos musicais e entidades ligadas às manifestações populares, entre outros

O Ministério da Cultura abriu cadastro para movimentos culturais de todo o país se autodeclararem Pontos de Cultura. Em Poços, a Secretaria Municipal de Cultura prevê o cadastramento de 30 pontos. Ponto de Cultura pode ser qualquer entidade sem fins lucrativos, grupos ou coletivos com ou sem constituição jurídica, de natureza ou finalidade cultural, que desenvolvam e articulem atividades culturais em suas comunidades ou em redes. Suas ações atingem os mais diversos segmentos da cultura brasileira e estimulam novos arranjos econômicos. Para participar, representantes dos movimentos culturais devem acessar o link: http://culturaviva.gov.br, entrar na rede e preencher o cadastro.

O cadastramento pretende estimular o intercâmbio, a articulação em rede, a economia solidária e colaborativa. A rede de Pontos de Cultura foi instituída pela Lei Cultura Viva e estará alocada em uma plataforma de integração e articulação, num ambiente de rede, de trocas de experiências, serviços, conhecimentos e informações A partir da plataforma, os Pontos de Cultura poderão trocar informações, produtos e serviços entre si, ter acesso às políticas de fomento do Ministério da Cultura e de outros órgãos governamentais, manter um site próprio atualizado, acompanhar a execução de seu plano de trabalho e enviar informações sobre atividades desenvolvidas.

Em Poços de Caldas, a Secretaria Municipal de Cultura em conformidade com a lei 9.037/2015 que cria o Sistema Municipal de Cultura no município, tem a expectativa de cadastramento de 30 pontos de cultura entre coletivos culturais, associações, institutos, movimentos, grupos teatrais, corpos artísticos ligados à dança, música, cultura hip hop, academia de letras e entidades de cultura popular e manifestações tradicionais.

Para o secretário municipal de cultura, João Alexandre Moura, a nova lei Cultura Viva democratiza e amplia o programa referente a pontos de cultura, fato que até 2013 Poços de Caldas não tinha acesso devido ao elevado IDH (Índice de Desenvolvimento Humano), a partir da nova política do Ministério da Cultura a compreensão dos pontos de cultura vão além do IDH e leva em consideração a realidade de cada movimento cultural articulado e organizado em todo país, relata João Alexandre.

O Plano Nacional de Cultura tem como meta 15 mil Pontos de Cultura fomentados no Brasil até 2020. A rede de Pontos de Cultura, que hoje conta com cerca de 4.500 entidades culturais em todo o País, poderá, com a autodeclaração, chegar a 10 mil pontos de cultura reconhecidos até o fim do ano.

Fonte: PMPC
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...