quarta-feira, 29 de julho de 2015

SAÚDE: Cobertura de Saúde da Família chega a 73% em Poços de Caldas

Cobertura de Saúde da Família chega a 73% em Poços de Caldas


A cobertura das equipes de Saúde da Família em Poços de Caldas foi ampliada de 54% em 2012, para 73% em 2015. As ações de fortalecimento e ampliação da Atenção Básica garantem o atendimento a aproximadamente 120 mil pessoas em todas as regiões do município.

Hoje, Poços de Caldas tem 32 equipes de ESF cadastradas no Ministério da Saúde. Além do aumento das equipes, a Prefeitura investiu na melhoria da estrutura física, com obras de construção e ampliação de dez Unidades Básicas de Saúde (UBS). Desde 2013, seis UBS foram inauguradas: UBS Regional Sul, UBS Regional Leste, Kennedy I, Jardim Itamaraty, Santa Augusta e Quissisana. Até 2016, mais quatro unidades serão entregues à população: Bortolan, Country Club, Santa Rosália e Kennedy II, cujas obras estão em andamento. 

“O nosso objetivo é fortalecer a atenção básica de saúde à população, ampliar o atendimento, dar condições aos trabalhadores para melhorar a qualidade dos serviços prestados e garantir conforto aos nossos usuários”, destaca a secretária municipal de Saúde, Fátima Livorato. 

Na prática, os moradores podem contar com equipe completa formada por médico, enfermeiro, técnico de enfermagem, agentes comunitários de saúde e pessoal de apoio administrativo e de limpeza. A UBS é a principal porta de entrada dos serviços de saúde do município. Segundo a secretária de Saúde, até 85% dos casos podem ser solucionados na própria unidade com profissionais qualificados e estrutura adequada. 

A ampliação das equipes foi possível graças à adesão do município ao Programa Mais Médicos, do Ministério da Saúde, desde 2013. Nas 32 equipes, são 15 médicos deste programa, todos pagos pelo Ministério da Saúde, proporcionado economia para o município. 

Além da equipe básica, a Saúde da Família conta com equipe multiprofissional do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF), com um total de 24 profissionais distribuídos em três equipes, formadas por assistente social, fisioterapeuta, farmacêutico, nutricionista, psicólogo, terapeuta ocupacional e educador físico. Houve também ampliação de atendimento odontológico, totalizando cinco equipes de Saúde Bucal na Saúde da Família, além redistribuir cirurgiões dentistas da rede em diversas UBS. 
“O trabalho de ampliação e melhoria da atenção básica passa não só pelos investimentos na compra de equipamentos e melhoria da rede física, reformando e construindo novas unidades, mas também pela capacitação dos servidores. Nossas equipes passam periodicamente por cursos, capacitações e por avaliações do Ministério da Saúde”, destaca a secretária de Saúde. 

Novos serviços 
A ampliação e descentralização dos serviços fazem com que os moradores tenham à disposição, mais próximo de suas residências, salas de vacina, teste do pezinho e sondagem pela equipe de Enfermagem. O Programa de Tabagismo também está sendo descentralizado. Está sendo implantado, ainda, o Serviço de Atenção Domiciliar “Melhor em Casa”, que possibilita a desospitalização e o atendimento especializado de forma humanizada, contribuindo para a oferta de leitos nos hospitais. 

Desafios 
“Apesar dos avanços, temos unidades que ainda necessitam de adequação do espaço físico para podermos ampliar o atendimento como, por exemplo, a UBS Nova Aurora. A Secretaria de Saúde está avaliando imóveis na região que possam abrigar parte do atendimento, até que seja possível a reforma do local, considerando a demanda atendida devido à expansão populacional, principalmente nos chamados bairros das Flores – Jardim Azaleias, Hortênsias, Acácias e Amarilis”, explica a secretária de Saúde, Fátima Livorato. Este assunto já foi debatido, inclusive, com os moradores, em reunião realizada com o prefeito Eloísio do Carmo Lourenço. 

Fonte: PMPC
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...